A Polícia Civil de Gravatá, no Agreste de Pernambuco, está investigando um caso de assédio sexual dentro de uma escola municipal. A informação foi confirmada ao g1 por meio de nota nesta quinta-feira (2). O caso foi registrado na terça (31).

De acordo com a Polícia Civil, os pais das vítimas, duas adolescentes de 11 e 15 anos, afirmaram que as filhas haviam sido assediadas sexualmente por um professor da instituição de ensino na qual elas estudam.

"As investigações foram iniciadas e continuam até o esclarecimento do caso", conforme informou a polícia por meio de nota. O nome da escola não foi informado. O g1 solicitou um posicionamento à Prefeitura de Gravatá, mas não recebemos resposta até o momento.

G1 Caruaru