Um bebê de 11 meses foi internado em estado grave após ser agredido na última segunda-feira (2), na Vila do Rafael, em Caruaru, Agreste de Pernambuco. A principal suspeita de cometer a agressão é a madrasta do bebê, uma mulher de 22 anos.

De acordo com a Polícia Militar (PM), policiais do 4º BPM faziam rondas quando foram abordados pela mãe da criança, com o menino nos braços, afirmando que a companheira do ex-marido havia espancado o bebê.

"Chegando à residência da agressora, ela foi encontrada com fortes sintomas de embriaguês e ao ser questionada sobre os hematomas encontrados na vítima, se tornou agressiva e passou a agredir o efetivo com palavras grosseiras", disse a PM por meio de nota.

O bebê apresentava hematomas nos dois olhos, na cabeça, nos braços e nas costas. Inicialmente, o menino foi socorrido em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Caruaru, mas em virtude da gravidade do estado de saúde precisou ser levado ao Hospital da Restauração, no Recife.

Já a suspeita foi apresentada na Delegacia de Polícia Civil, para adoção das providências legais cabíveis.

G1 Caruaru