O bolsonarista que ficou conhecido como "patriota do caminhão", Junior Cesar Peixoto, resolveu excluir o Facebook e fechar o Instagram após a repercussão do vídeo em que aparece pendurado em um caminhão em Caruaru, Agreste de Pernambuco.

Bolsonarista pendurado em para-brisa e motorista desobedeceram a leis de trânsito; caminhoneiro poderia até ser preso, dizem especialistas

Defensor de Jair Bolsonaro (PL), Junior decidiu excluir a conta no Facebook, onde compartilhava e mensagens de apoio ao atual presidente, e tornou privada a conta do Instagram, que tem 601 seguidores até a manhã deste sábado (5) e era pública até a tarde da última sexta-feira (4).

"Fui muito exposto"

O "patriota do caminhão" ficou conhecido após viralizar em vídeos em que aparece pendurado a um caminhão que teria furado um dos bloqueios realizados pelos movimentos bolsonaristas na BR-232, em Caruaru, no começo desta semana.

O comerciante disse ao g1 que foi "muito exposto" nas redes sociais em uma breve conversa por telefone.

"Eu não queria conversar porque já fui muito exposto", disse o comerciante Junior Cesar Peixoto ao g1 em uma breve conversa por telefone.

Na ligação, o comerciante evitou responder outras perguntas sobre o caso e preferiu encerrar a conversa sem dar mais detalhes do ocorrido ou da repercussão do caso.

Memes nas redes sociais




A situação que ocorreu no interior de Pernambuco viralizou nas redes sociais. O comerciante ficou conhecido como o "patriota do caminhão" e virou alvo de diversas montagens.

O g1 fez uma lista de montagens feitas a partir do ocorrido. 

G1 Caruaru