A Polícia Rodoviária Federal registrou nesta sexta-feira (18) um protesto na BR-232, no quilômetro 134, em Caruaru, Agreste de Pernambuco. De acordo com a PRF, a manifestação é realizada por moradores do Residencial Alto do Moura, que afirmam estar com o abastecimento de água suspenso após uma operação realizada na última quinta-feira (17), contra ligações irregulares de água e energia elétrica.

Por volta das 16h40, A PRF informou por meio de nota que a rodovia foi liberada parcialmente. Os manifestantes bloquearam a rodovia no sentido São Caetano. No local do protesto, há pneus espalhados e queimados. A fumaça pôde ser percebida por quem passa nos dois sentidos da BR-232.

A PRF informou que eles reivindicam a presença da Compesa e pedem que o abastecimento de água seja retomado. A Companhia, por sua vez, esclareceu que foram cortadas apenas as ligações irregulares do residencial e que, para retomar o abastecimento, os moradores devem ir até um escritório da Compesa para regularizar a situação.

"A Compesa esclarece ainda que os moradores que estão com débitos e pendências com a Companhia devem procurar uma loja de atendimento para regularizar a situação e então, voltarem a ser atendidos", disse a companhia por meio de nota.

Ligações irregulares foram suspensas

Na última quinta-feira (17), a Polícia Civil de Pernambuco, em conjunto com a Compesa e Neoenergia, deflagrou uma operação para combater furtos no Residencial Alto do Moura. Cerca de 400 imóveis da comunidade são investigados por furto de água ou energia.

A polícia afirma que os furtos provocaram um prejuízo estimado em R$ 600 mil mensais. As ligações irregulares foram cortadas pelas equipes durante a operação.

G1 Caruaru