O humorista fala sobre o caso que aconteceu, relembre.

A polícia cumpriu um mandado de busca e apreensão na casa do humorista Tirullipa, em São Paulo, na última quarta-feira dia (13), a pedido do Ministério Público de São Paulo. A investigação se deve por um suposto crime contra a economia popular e associação criminosa, configurado como ocultação de bens. As informações são de Léo Dias, do Metrópoles.

Foram apreendidos quatros folhas de cheque preenchidas no valor de R$ 30 mil, R$ 27.601 mil em células, quatro agendas com anotações, duas folha com nomes de pessoas, folha manuscrita com nome de nascimento de Tirullipa, informações do imposto de renda, anotações de despesa, celulares, declaração de faturamento e contrato de locação residencial e gerenciamento de marca.

E rebate falando que o humorista Tirullipa não tem envolvimento com a emprensa, investigada por suposto crime. 

A  assessoria do artista fala que o artista realizou apenas uma ação de divulgação pontual e única, no ano de 2021, para a empresa investigada.

Ressalta-se ainda, que todos os valores e intes apreendidos em sua casa são provenientes do seu trabalho, legalmente declarados e já estão sendo devolvidos ao artista, que segue contribuindo com toda a investigação e à disposição da justiça!