A equipe de investigação desta Delegacia de Bom Conselho, sob comando do Delegado Alysson Câmara, contando com apoio de policiais militares da 2ª CIA desta cidade, na tarde desta quarta-feira, 4, deflagrou operação policial objetivando dar cumprimento a dois mandados de prisão e dois de busca e apreensão domiciliar expedidos pela Vara Única da Comarca de Bom Conselho, logrando êxito na captura de Júlio Cesar da Rocha Santos, vulgo “Juninho de Regis”, localizado e preso num espetinho no centro da cidade.

Ainda segundo a Polícia Civil, Juninho de Regis e seu comparsa Regivaldo Oliveira Alves Barbosa, vulgo “Vada” (foragido) foram investigados e denunciados à Justiça pelo assassinato de Diego Manuel Tavares dos Santos, crime ocorrido no dia 16 de janeiro de 2022, por volta das 3h, num terreno baldio próximo à casa de shows Casa Blanca, na Rua da Lama, em Bom Conselho/PE, oportunidade em que a vítima foi alvejada com diversos disparos pelas costas, sem qualquer chance de defesa, morrendo no local.

Após a prisão, o preso foi encaminhado à carceragem da 18ª Desec – Garanhuns/PE, onde será apresentado em audiência de custódia e, posteriormente, recolhido ao Sistema Prisional.

O delegado Alysson Câmara ressalta ainda que o Juninho de Regis chegou a ser preso pela Polícia Civil no ano passado, durante a operação denominada “Fronteira Segura” no dia 16 de abril de 2020, permanecendo por cerca de 30 dias preso, suspeito de integrar uma quadrilha envolvida com roubos, furtos, falsificação, adulteração e clonagem de carros e motos com atuação em Pernambuco e Alagoas.

 Portal Agreste Violento