Na quinta-feira (12), por meio de um trabalho intersetorial entre as secretarias de Assistência Social, Juventude, Educação e Tecnologia foram inscritos 50 adolescentes no Núcleo de Cidadania de Adolescentes (NUCA). Eles são das escolas municipais Dulce Ramos, Centro de Excelência Municipal Professor José Vieira (CEM) – localizadas nas instalações da Autarquia de Belo Jardim (AEB/FBJ) – e a Tenente João Cordeiro, na Vila Raiz.

Para o articulador municipal do Selo UNICEF, Ricardo Nunes “demos um passo importante rumo a conquista inédita da certificação para Belo Jardim. Esse trabalho em rede é essencial para nosso município avançar e manter a agenda de políticas públicas pela infância e adolescência como prioridade”.

O Selo UNICEF é uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) para estimular e reconhecer avanços reais e positivos na promoção, realização e garantia dos direitos de crianças e adolescentes em municípios do Semiárido e da Amazônia Legal brasileira. Belo Jardim vem realizando uma série de serviços para a conquista desta certificação, em prol da população.

Como parte da metodologia para que a cidade adquira o Selo UNICEF, propõe-se a implantação de núcleos de Cidadania de Adolescentes, que se trata de um grupo composto por adolescentes que se organizam em rede, para discutir questões importantes para o seu desenvolvimento, implementando ações além de levar as suas reinvindicações à gestão pública municipal.

De acordo com a UNICEF, a participação cidadã de adolescentes é ao mesmo tempo um direito e um instrumento para conhecer e reivindicar outros direitos, enfrentando vulnerabilidades e superando desigualdades que afetam as suas vidas.