Após dois anos sem acontecer, por causa da pandemia da Covid-19, o maior espetáculo do mundo, a Paixão de Cristo, volta a ser realizado no Teatro Nova Jerusalém, no distrito de Fazenda Nova, em Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambuco. O evento vai acontecer de 9 a 16 de abril.

Este ano, os atores convidados para compro o elenco são Gabriel Braga Nunes, no papel de Jesus; Luciano Szafir como Herodes; Christine Fernandes como Maria; Sérgio Marone interpretando Pilatos; e a influenciadora digital Thaynara OG fazendo o papel de Herodíades. A neta de Plínio Pacheco, criador do teatro, Marina Pacheco, sempre esteve na produção e esse ano vai fazer o papel de Maria Madalena, ela comenta que é uma edição diferente e com a missão de defender a história de Madalena.

O elenco da Paixão de Cristo é formado por mais de 450 atores e figurantes. Até a quinta-feira (7), a jornada de ensaios foi intensa, chegando até às 3h da manhã em cada dia. Para Gabriel Braga Nunes todo esforço vale a pena. "Esse espetáculo é uma experiência transformadora. Se você pensar, uma pessoa que ensinava a reagir com amor em vez da violência, isso é revolucionário, se as pessoas aprendessem o mundo seria bem melhor", diz o ator.

O ator Luciano Szafir vai interpretar Herodes. Ele ainda está usando uma pequena bolsa de colostomia no abdômen devido às complicações da Covid-19. 

Ele já atuou anteriormente no papel de Pilatos, em 2000, e de Jesus, em 2003 e 2006. Segundo o ator, este espetáculo é um dos mais detalhados que existe. "Essa Paixão de Cristo é uma das mais perfeitas que conheço, então é uma honra fazer o Herodes, é um espetáculo lindo".

Protocolo sanitário para acesso do público

Ficou definido que será dado acesso às dependências do teatro aos portadores do cartão vacinal ou exame negativado realizado com até com 24 horas de antecedência. Para quem não tiver de posse de um desses documentos, haverá à disposição dois estandes onde poderão ser feitos exames que, em caso de resultado negativo, possibilitarão à entrada na cidade-teatro.

Segundo o coordenador geral do espetáculo, Robinson Pacheco, a STFN "estará preparada para cumprir todos os protocolos sanitários de controle da Covid-19 estabelecidos pelos órgãos do Governo do Estado".

G1 Caruaru